Ácaros em nossa Vida

Não tem como escapar! Os ácaros estão presentes em todos os ambientes e são os principais agentes causadores de alergia respiratória. São parentes próximos dos carrapatos e aranhas e gostam de viver em verdadeiros Paraísos, com muita comida, temperatura e umidade relativa do ar estável e de preferência o mais próximo de onde exista "escamação de pele humana".

ÁcarosEstão presentes praticamente em todos os lugares, em todos os ambientes das casas e não apenas em quartos e salas. Os ácaros estão presentes sempre que existir um ambiente adequado e alimentação, sendo que o ambiente doméstico é o seu preferido. Podem estar em cozinhas, banheiros ou qualquer outro ambiente que sejam propícios para o seu desenvolvimento.

Ciclo de vida dos Ácaros

Colônia de ÁcarosO ciclo de vida de um ácaro macho da poeira doméstica é de 10 a 19 dias. As fêmeas do ácaro da poeira podem viver por 70 dias. Em um período de 10 semanas de vida, um ácaro da poeira domiciliar irá produzir cerca de 2.000 partículas de fezes e um número ainda maior de partículas de pó parcialmente digeridos e cobertos de enzimas.

Habitat e alimentação dos Ácaros

O ácaro da poeira domiciliar sobrevive em todos os climas, mesmo em grandes altitudes. Os ácaros domiciliares podem viver muito bem no ambiente interno das casas, especialmente nos quartos e cozinhas. Os ácaros sobrevivem melhor ainda em colchões, tapetes, móveis e roupas de cama, com valores chegando em torno de 188 ácaros por grama de pó. Mesmo em climas secos, os ácaros da poeira domiciliar sobrevivem e podem se reproduzir facilmente na cama (especialmente nos travesseiros), favorecidos pela umidade gerada pela respiração humana, suor e saliva.


Detalhe Ácaro CheyletusOs ácaros dos ambientes domésticos preferem consumir as pequenas partículas de matéria orgânica que caem normalmente de nossa pele. Como todos os ácaros, os da poeira domiciliar têm um sistema digestivo simples, pois eles não têm estômago, mas sim divertículo, que são sacos ou bolsas. Como muitos animais decompositores, eles preferem os alimentos que estejam em pré-decomposição, causada, por exemplo, por fungos ou bactérias.

 

Nem todos os ácaros são maus...

Um bom exemplo é o caso de alguns tipos de queijos onde são adicionados ácaros intencionalmente, para que atuem como "agentes curadores". Dois exemplos são os queijos Mimolette (ou Boule de Lille) e Milbenkase.

Dizem que o queijo Mimolette é o favorito de Charles de Gaulle. Teve origem no norte da França, no século 17. É às vezes chamado de Vieux Hollande, por ser semelhante ao queijo Edam, exceto pela cor laranja e casca madura ao invés de manteiga. Os Ácaros são aplicados à superfície do queijo, após a casca ser formada. As colônias de ácaros crescem e formam pequenas cavidades no queijo, até criar uma casca cinza-alaranjado com pequenas bolhas e aparência rugosa. O queijo é virado e escovado regularmente para assegurar uma distribuição uniforme de ácaros e bolhas. À medida que o tempo passa (com idade de 6 a 24 meses) a casca engrossa e a cor interior se torna mais alaranjado-marrom.  Os sabores podem ser de noz, picante ou frutado.

Milbenkäse é um queijo alemão produzido somente por algumas pequenas empresas familiares na cidade de Wuerchwitz no Estado oriental de Saxônia-Anhalt. Quark (um queijo macio alemão de leite de cabra, ovelha de vaca) é temperado com sal e cominho, moldado em barras ou esferas, que são colocados em uma caixa de madeira e coberto com a poeira de ácaros do queijo, e guardados por pelo menos três meses. Os excrementos dos ácaros - que são alimentados com farinha de centeio - difundem-se para o queijo, causando a fermentação. O queijo está maduro quando a cor estiver próxima do castanho-avermelhado e textura firme, devido à desidratação. Alguns produtores deste queijo podem permitir o amadurecimento até ficar preta, após de um ano de envelhecimento aproximadamente. Os ácaros são consumidos com o queijo. Você pode ver um vídeo de produção Milbenkase em www.milbenkaese.de, mais especificamente em http://www.milbenkaese.de/pages/34_diashow.html. 

Em Entomologia forense os ácaros podem ser utilizados para fornecer pistas sobre vários aspectos (ácaros classe Acari) porque se alimentam de cadáveres de ácaros macrocheles, comuns nos estágios iniciais de decomposição, enquanto os Tyroglyphidae e os ácaros oribatídeos como os Rostrozetes se alimentam de pele seca nas fases finais de decomposição. Este tipo de informação pode fazer grande diferença no momento de estabelecer períodos de tempo relativos a uma ocorrência.

Algumas espécies de ácaros também são utilizados na agricultura, no combate as pragas da lavoura e plantações de alimentos.

 

 

| Adicione aos Favoritos ou Compartilhe com seus Amigos